Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Básico’

Olá queridos amigos! Vou trazer para vocês um segredinho que sempre que mostro nos meus treinamentos, acaba gerando uma surpresa em várias pessoas. Vamos aprender como fazer somatórios rápidos em nossas planilhas, facilitando muito nossa vida em diversas situações.

Caso queira, baixe a planilha e pratique junto com a leitura do blog, vamos lá?

Exemplo 1:

Você quer calcular o total da planilha rapidamente, faça o seguinte: selecione todas as células dos totais do RJ à RS, pressione ALT + = e voilá o total por Estado já será calculado rapidamente. Agora, selecione todas as células do total por mês, assim como, o total geral e também pressione ALT + =.

Simples e rápido, mas ainda tem mais!

Exemplo 2:

Agora você precisa calcular o total por trimestres, de acordo com a planilha abaixo:

Este é bem simples, uma vez que você já tem o formato de tabela já aplicado você pode clicar dentro da tabela na aba Design dentro de Ferramentas de Tabela, você poderá ligar a opção Linha de Totais.

Teremos o seguinte resultado:

Olha que beleza, você já terá os somatórios aparecendo automaticamente para cada linha. Agora você poderá fazer o somatório de cada trimestre facilmente. Basta clicar na primeira célula de cada trimestre. Ex.: E2 e pressionar ALT + =.

Exemplo 3:

Agora para completar nossa planilha falta calcular o total geral. Alguns fariam o cálculo para o carro somando cada trimestre (=E2+I2+M2+Q2), que tal fazer isso mais rápido? Para fazer isso, basta clicar na célula R2 e pressionar ALT + = novamente.

O próprio Excel se encarregará de fazer o somatório apenas dos trimestres, ou seja, o total dos totais, facilitando e muito a nossa vida. Agora, basta calcularmos a diferença entre as receitas e as despesas para termos o saldo e pronto.

Rápido, prático e divertido, não?

Agora você sabe que o Excel pode ser ainda mais o seu amigo de todos os cálculos.

Um grande abraço é até a próxima!

Anúncios

Read Full Post »

Olá queridos amigos!

Hoje falarei sobre um tema bem interessante e que sofreu alterações muito boas a partir do Excel 2007. O recurso Filtro ganhou novos elementos e que vão agilizar bastante nosso trabalho. Na versão 2003, este recurso era bem limitado. O maior problema era a impossibilidade de filtrar por mais de dois itens ao mesmo tempo.

Lembra como era?

Na versão 2007/2010, o filtro básico ficou bem mais completo. Agora você tem caixas de seleção que permitem selecionar vários critérios ao mesmo tempo, permitindo uma abrangência muito maior em nossas filtragens:

Agora, você pode, além de classificar (é verdade, o filtro permitia classificação antigamente…), fazer classificações por cores (ótimo recurso para ser usado após as formatações condicionais, será meu tema em breve), Filtrar por cor (um sonho antigo, facilita muito para exibir todos os dados de uma determinada cor), Filtrar por texto e os novos filtros com caixas de seleção.

Como aplicar um filtro:

Para aplicar um filtro você pode fazer de várias formas diferentes: Usando Formatação Rápida de Planilha, que ensinei para vocês alguns posts atrás, clicando em qualquer ponto da sua planilha e indo à aba Início, Classificar e Filtrar, Filtro, ou clicando na sua planilha, indo à aba Dados, Filtro.

Início, Classificar e Filtrar, Filtro:

Filtro

Dados, Filtro:

Filtro 2

Vamos usar o exemplo da planilha abaixo:

Filtros 2

Vamos ver o que podemos fazer utilizando os filtros do Excel 2007/2010:

Classificar Crescente ou Decrescente:

Você pode facilmente classificar crescente ou decrescente. O filtro agora ajuda da seguinte maneira: Se os seus dados forem números, ele mostrará: Do menor para o maior ou Do maior para o menor, se for texto: Classificar de A a Z ou Classificar de Z a A. Intuitivo não? No nosso exemplo, clicando em Situação, veremos o seguinte filtro:

Filtros 3

Resultado:

Classificação Crescente

Classificar por Cor:

Nos permite escolher qual a ordem que devemos colocar para os dados, a partir de suas cores de célula ou do texto. Para uso correto, filtre primeiro quem ficará em último lugar e vá fazendo sua ordenação de maneira descrescente.

Exemplo:

Filtros por Cor 1

Como pode ver no exemplo, selecionei primeiro quem quero deixar em último lugar, o valor que estiver em vermelho (tá bom, isso é um vermelho claro ou melhor tá com cara de rosa…), depois repetiremos o processo com amarelo e finalizo com o verde. Fiz pela cor da célula, mas poderia também pela cor da fonte, ok?

Resultado:

Filtro por Cor - Final

Filtros por Cor:

Já os filtros por cores são para exibir apenas aqueles itens com a cor que você escolher. Ele ocultará os valores diferentes do item que você escolheu:

Filtrar por Cor

No meu exemplo filtrei todos os produtos que estão com situação Normal. Para isso usei filtrar por cor, e escolhi Amarelo. Observe que, como usei filtro, as linhas referentes aos outros dados ficaram ocultas, e os cabeçalhos das linhas ficaram em azul, mostrando que há dados filtrados na planilha. Outra forma de visualizar isso é observando que na coluna Situação aparece um funil no lugar da setinha do filtro.

Filtros de Texto:

Os filtros de texto dão a flexibilidade de usar critérios para determinar o seu filtro. Você pode exibir todos que começam com A, todos que contém Vendido, etc. Ele é bom para aqueles casos onde você tem os dados digitados uma parte no masculino e outra parte no feminino, como em Estagiário/Estagiária. Neste caso bastaria escolher Contém… e digitar Estagiá e pressionar OK e pronto, ele filtraria tanto os meninos quanto as meninas.

Filtro de Texto

 

Filtros com caixas de seleção:

Permitem realizar o sonho de selecionar mais de dois itens em uma coluna. O máximo de itens que era possível filtrar eram dois, e isso quando você usava o filtro personalizado e sabia trabalhar com os critérios. Agora, basta você marcar e desmarcar as caixas de seleção e pronto. Uma dica legal é, se você tem muitas caixas para selecionar e precisa de poucas marcações, basta clicar em (Selecionar Tudo) e pronto, o Excel desmarcará automaticamente todas as caixas para vocês. Então, você marca as caixas que deseja ver o resultado e pressiona OK para aplicar o filtro.

Remover Filtro:

Para remover um filtro de uma coluna é simples. Basta ir na coluna onde você tem dados filtrados e clicar em “Limpar Filtro de … “. Todos os dados aparecerão normalmente.

 

Espero que este post ajude mais um pouco à todos que tem me elogiado, apoiado, dado dicas e sugestões. Eu estou muito feliz com as demonstrações de carinho e apoio que tenho recebido. Estou montando minha agenda para 2011 e quero treinar você. Entre em contato e saiba como funcionam os meus treinamentos. Não quer treinamento de prateleira? Customize, me pergunte como você pode fazer um treinamento sobre medida, de acordo com as suas necessidades, ou as necessidades de sua equipe.

Muito obrigado à todos os familiares, amigos, alunos e ex-alunos, colegas de trabalho e todos que acreditaram e acreditam em tudo que tenho feito para ajudar e tornar a vida de vocês mais fácil no ambiente de trabalho.

Espero que em 2011 nós possamos estar juntos para que eu possa aprender com você e que você possa me tornar um profissional cada vez melhor.

Este não deve ser o último post do ano, mas, para quem não vai ter um tempinho para poder me seguir ainda este ano, desejo um Natal abençoado e um excelente ano de 2011.

Tudo de bom para todos!

Grande abraço e até a próxima!

Read Full Post »

Olá pessoal!

Mostrarei agora um recurso interessante que surgiu na versão 2010 do Office. O recurso instantâneo (screenshot) permite que você possa montar facilmente conteúdos para treinamentos internos de seus funcionários, como: materiais de usuário, apostilas, etc.

Este recurso funciona da mesma maneira que o famoso Print Screen que sempre nós usamos para realizar este tipo de atividade.

Antes de falar do instantâneo, deixa eu dar uma dica para quem não tem o Office 2010. Quando você pressiona PrtScn (Print Screen) você tira uma cópia da janela ativa. Caso você pressione CTRL + PrtScn, você tira uma cópia somente da janela ativa, sem a barra de tarefas do seu Windows ou até mesmo caso você esteja abrindo uma janela dentro de um aplicativo, você copiará apenas aquela janela que está ativa. Isso é muito útil para criarmos manuais de usuário ou apostilas, pois não há a necessidade de “cortar” a imagem para deixar apenas a área que nos interessa.

Quanto ao instantâneo, você simplesmente escolhe qual janela você quer colar dentro de seu documento e pronto. Funciona assim, você deixa abertas todas as janelas que você gostaria de utilizar no seu material. Após isso, vá ao Menu Inserir, Instantâneo, escolha a janela que gostaria de colar e pronto.

Instantâneo

Com isso, você facilitará e muito o seu trabalho. Este novo recurso acaba poupando nossos esforços na hora de montar nossos materiais para treinamentos.

Segue nosso resultado após a colagem:

Instantâneo 2

Essa dica também pode ser aplicada, exatamente da mesma maneira, no Microsoft PowerPoint 2010 e no Microsoft Excel 2010.

Você ainda não tem o Office 2010? No site da Microsoft você pode conseguir a versão de testes para uso de até 60 dias grátis. Clique aqui e no site da Microsoft você poderá baixar sua versão de testes.

Boa dica? Estou aguardando o seu comentário. Sigo em busca da milésima visita. Siga-me no Twitter e concorra a vouchers para dar de presente um ótimo treinamento neste Natal. Siga @fabiojoa e saiba mais.

Até a próxima!

Read Full Post »

Oi pessoal!

Sejam bem-vindos os novos visitantes oriundos do Linkedin e do Empreendemia. Hoje vou falar sobre duas funções estatísticas muito simples: Máximo e Mínimo.

Vamos supor que vocês tem a seguinte planilha:

Máximo e Mínimo

Você precisa de algum recurso do Excel que permita visualizar o maior valor deste intervalo, como você faria? Imagino que alguns de vocês iriam fazer aquela famosa verificação “manual”, a olhadinha básica… Saiba que você não precisa deste artifício. Basta você fazer o seguinte:

=MÁXIMO(B2:B9)

Fácil, não?

Caso você quisesse o menor valor do intervalo, bastaria utilizar o contrário de MÁXIMO. A função MÍNIMO retornará o menor valor do intervalo. A sintaxe é a seguinte:

=MÍNIMO(B2:B9)

Nossa planilha ficará assim com as fórmulas (Lembrando que basta pressionar CTRL + SHIFT + ´ [Acento Agudo] para visualizar todas as fórmulas que temos em nossa planilha):

Máximo e Mínimo 2

Para ver os resultados novamente, basta pressionar CTRL + SHIFT + ´ [Acento Agudo] novamente. A planilha terá essa aparência final:

Máximo e Mínimo 3

Caso você queira praticar, coloco a planilha para download: Baixe aqui.

Como sempre tudo muito difícil, certo? Creio que agora não, ok? Fico muito feliz que passamos hoje de 500 visitantes.

Espero você para fazer um treinamento na sua empresa (Rio de Janeiro, Grande São Paulo e Grande Belo Horizonte) ou sua residência (Rio e Grande Rio). Treine sua equipe, indique para um amigo, contacte-me para saber mais, peça uma proposta.

E fiquem à vontade para me seguir no Twitter, no Linkedin e no Empreendemia. Assim vocês ficarão bem informados quanto às novidades do blog e dos treinamentos.

Forte abraço à todos, e até a próxima!

Read Full Post »

Olá pessoal, depois de um tempo afastado, estou de volta!

Bom, o negócio é simples e rápido para variar… Quem de vocês nunca montou uma planilha e depois de prontinha, viu que a planilha ficou com muitas colunas e poucas linhas, tornando a leitura desagradável? Ex:

Exemplo - Muitas Colunas

Que tal invertermos os dados, colocando as linhas nas colunas e vice-versa sem perder os dados de lugar?
Faça o seguinte:
– Selecione todos os dados, para isso ficar fácil, basta clicar em qualquer célula preenchida e pressione CTRL + *;
– Pressione CTRL + C para copiar;
– Agora, clique com o botão direito do mouse no local onde irá colar a informação, e escolha Colar Especial;

Colar Especial

Na janela do colar especial, marque a caixa Transpor.

Colar Especial - Transpor

Lembre-se que para isso funcionar corretamente, você não deve colar sobre dados já existentes.

O seu resultado será esse:

Após transpor

Agora exclua as linhas excedentes, basta selecioná-las, e pressione CTRL + -.

Este é nosso resultado final:

Transpor - Final

Bem pessoal, mais um post. Chegamos aos 400 visitantes, mas, quero mais… Indiquem , convidem, divulguem!!!

Forte abraço e até a próxima!

Read Full Post »

Olá pessoal!

Vou voltar às funções básicas. Vou falar sobre uma função muito simples: a função Média. Ela permite recuperar a média de todos os valores de um (ou vários) intervalo(s).

Observe a planilha abaixo:

Função Média

Você deseja calcular a média mensal, como você procede?

É muito simples: você vai usar a função Média com a seguinte sintaxe na célula B5:

=Média(B2:B4)

Depois, basta selecionar a célula onde você encontrou o resultado e arraste pela alça de preenchimento (aquela cruz preta no canto inferior esquerdo da célula) até completar todos os meses.

Observação importante: Caso você tire uma média de um conjunto de células vazias, você encontrará como resultado DIV/O! Esta mensagem corresponde ao erro Divisão por Zero, que, como você sabe não é possível. Em breve colocarei uma dica bem legal para que isso não ocorra mais.

Nosso resultado final:

Função Média - Parte 2

Você pode melhorar a exibição do resultado, selecionando todas as médias, clicando na aba Início, grupo Número, e depois clicando em Diminuir casas decimais, até o nível de precisão que você desejar.

Função Média - parte 3

Isso resultará em uma exibição mais amigável:

Função Média - parte 4

 

Mole, mole! Agora continue divulgando e  visitando o blog frequentemente, ok?

Forte abraço!

Read Full Post »

Olá Pessoal, vou começar a abordar sobre as funções do Excel. A primeira que vou falar é uma função muito simples: a função SOMA. Ela simplesmente resultará no somatório de tudo que você colocar como parâmetros. Você pode praticar com a planilha que coloquei disponível para download no post Criando um gráfico rápido .

Exemplo:

Calculando total

Você deseja calcular o total

Exemplo 1: Se eu desejar calcular o total de todos os meses, calculo da seguinte forma:

=SOMA(B2:G4)

Onde B2 é a célula inicial e G4 é a célula final.

Total Geral

Calculando o Total Geral - Observe a barra de fórmulas

Exemplo 2: Se eu quisesse apenas o mês de janeiro ficaria:

=SOMA(B2:B4)

Calculando o total de Janeiro

Calculando o total de Janeiro – Observe a barra de fórmulas


Exemplo 3: Mas, e se eu quisesse os meses de janeiro, março e maio, como faria? Neste caso, você deve informar para o Excel quais intervalos você deseja fazer o seu somatório, ficando assim:

=SOMA(B2:B4;D2:D4;F2:F4)

Calculando em intervalos não sequênciais

Calculando em intervalos não sequênciais


Muito tranquilo, não? Bom esta foi fácil, mas a partir de agora, sempre vou colocar uma função nova para você colocar no seu vocabulário de funções no Excel. Sigam divulgando, hein? Forte abraço e até a próxima!!!

Read Full Post »

Older Posts »